segunda-feira, 30 de abril de 2012

Almoço de Sábado: Casa da avó

Bom dia Queridos,
Aqui em Ribeirão está a maior chuva!
E eu estou só recordando do meu almoço de sábado:

Galinha Caipira com Quiabo e Polenta

Meus primos e minha tia vieram para Ribeirão e como eles têm fazenda no Mato grosso, trouxeram as galinhas caipiras.
Ficou divino!!!!! Mto bom!
Obrigada Tia Virgina, Ivo, Maiara, Mariana e Gabi!

Saladinha

Salada de Trigo e Berinjela

A Galinha Caipira!

Quiabo

Polenta!

terça-feira, 24 de abril de 2012

'Neurose da balança' gera ansiedade e pode atrapalhar a dieta

Olá Pessoal,
Vi esse artigo na Folha.com
Eu vivo dizendo para meus pacientes...

'Neurose da balança' gera ansiedade e pode atrapalhar a dieta
A briga com a balança pode parecer uma relação de amor e ódio envolvendo todos os sintomas: ansiedade, dependência e fuga depois de um fim de semana gordo. Não é uma doença, mas essa "neura" pode atrapalhar qualquer plano de dieta.

Depois de ouvir "ameaças" de pacientes --"só vou na consulta se você não me pesar"--, a nutricionista Adriana Kachani resolveu estudar o tema. Ela acaba de defender uma tese no Instituto de Psiquiatria da USP sobre as motivações e os riscos de se pesar demais ou de menos.
A pesquisa foi feita com 125 pessoas com e sem transtornos alimentares, como anorexia e bulimia. Os resultados mostram que as mais insatisfeitas com seus corpos se pesam mais e que a maioria sobe na balança querendo mais coisas além de saber o peso.
"Muitos se pesam para saber o quanto podem comer amanhã ou o quanto precisam fazer de exercício. Outros, para ter uma garantia de que estão bem", explica.
"O problema é que engordo muito rápido", diz, botando a culpa na pizza: "Três pedaços já dão diferença. Se não me pesar sempre, não consigo me controlar".
Semanas atrás, quando estava prestes a deixar a casa dos 80 quilos, Daniela chegou a se pesar mais de uma vez por dia. "Acordei à noite para checar. Estava muito ansiosa, 80 quilos era um marco. Agora, com 79, estou mais calma." Mas nem assim pensa em se livrar da balança: "Talvez no futuro eu consiga".
Pesar-se demais não quer dizer necessariamente que a pessoa tenha transtorno alimentar, mas, segundo Táki Cordás, psiquiatra e co-orientador da tese, é um alerta. "É preciso observar outros sinais, por exemplo, se ela tem preocupação exagerada com o físico, se ela pauta a vida pela pesagem e se fica angustiada quando não se pesa."
Há outras rotinas de "checagem do corpo", entre elas olhar no espelho, experimentar roupas ou apertar dobrinhas. "Pode não ser doença, mas essa preocupação exagerada causa uma restrição da liberdade", afirma Cordás.
Quando os números da balança não agradam, a frustação pode ser grande. "Depois de decepções a pessoa pode parar de se pesar. Isso só atrapalha. A pesagem é fundamental para quem quer perder peso", diz Kachani.

'DIA DE PESAGEM'
Gabo Morales/Folhapress
A analista de sistemas Daniela Campos, 31, além de se pesar diariamente, divulga semanalmente o peso na internet
A analista de sistemas Daniela Campos, 31, além de se pesar diariamente, divulga semanalmente o peso na internet
Daniela jura de pés juntos que, em um dia, pode engordar um quilo e meio. Já o engenheiro Max Forte, 43, vê o peso diminuir de segunda a sexta e aumentar nos fins de semana. Ele se pesa diariamente há oito anos e tem uma planilha com os números.
Os dois não estão errados: o peso varia mesmo de um dia para outro. Mas isso não quer dizer nada. "Não podemos nos esquecer de que 70% do nosso peso é água. Se você tomou mais líquido, fez menos xixi, pode dar diferença", explica o endocrinologista João Eduardo Nunes Salles, da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (Regional São Paulo).
Durante o dia, só com comida e bebida dá para ganhar mais de um quilo. Depois de metabolizados, alimentos mais salgados ou condimentados (como comida japonesa) ajudam a reter líquidos e influenciam no peso.
Outros fatores, como mal funcionamento do intestino, hormônios femininos e atividade física também interferem. Dependendo da pessoa, um jantar pode render até dois quilos a mais nos próximos três dias. Esse ganho de peso, porém, não é real.
Mesmo a gordura sendo metabolizada rapidamente, só dá para saber se a pessoa engordou depois de uns quatro dias, de acordo com os médicos. Por essas e outras eles não recomendam a pesagem diária, muito menos mais de uma vez por dia, antes ou depois de exercícios.
Para o endocrinologista Bruno Geloneze, a prática é inútil. "O ganho de peso é muitas vezes associado à ansiedade. Reforçar rituais que geram mais ansiedade, como se pesar muitas vezes, é conspirar contra si mesmo."
Como a perda de peso saudável deve ser gradual (500 g por semana), o ideal é subir na balança semanalmente ou até quinzenalmente.
 
FÓRMULA DA GORDURA
Gabo Morales/Folhapress
O engenheiro Max Forte, 43, que se pesa todos os dias ha 8 anos e anota as informações em uma planilha
O engenheiro Max Forte, 43, que se pesa todos os dias ha 8 anos e anota as informações em uma planilha
Não é tão fácil ganhar um quilo de gordura, segundo Paulo Roberto Correia, fisiologista do exercício da Unifesp. "O corpo precisa de mais ou menos 9.000 calorias em excesso para ganhar um quilo. Em um dia, se gastamos 2.000 calorias, seria preciso ingerir 11 mil, o que é quase impossível", calcula.
Mas não é tão difícil ganhar um quilo em uma semana: basta comer 1.200 calorias extras por dia, o equivalente a duas barras de chocolate.
O engenheiro Max Forte engordou quando morou uma temporada em Curitiba. De volta a São Paulo, criou uma fórmula para somar o quanto ele gastava de energia e o quanto consumia. Registrava tudo na planilha, além do peso. "A longo prazo, conseguia medir o os ganhos de massa muscular."
Como a matemática do peso não é simples e nem sempre é traduzida na balança, especialistas já defendem o uso de outras estratégias, como os exames de bioimpedância, que medem a taxa de gordura corporal.
Em casa, a melhor saída é olhar para o espelho e ver se aquela calça que não entrava está servindo. "Peso não serve para nada, medida é mais importante. Se você entrou numa calça que não estava entrando, é porque perdeu gordura", diz Salles.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Receita de Creme de Abóbora com Feijão Branco

Olá Pessoal,
O tempo está mudando e com o frio vem a vontade de comermos algo quente de noite.
Olha que delícia essa opção de sopa!
Obs: Depois de batida, pode acrescentar carne ou frango cozido! 

Para descontrair: Linha do tempo da banana

Linha do tempo da banana!


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Pão de Chia Sem Glúten e Sem Leite

Olá Pessoal,
Essa semana resolvi fazer uma receita de pão se glúten. Ficou divino! Receita tirada do blog http://dietasgsc.blogspot.com.br/

Pão de Chia Sem Glúten e Sem Leite:
  • 1 e 1/2 xícara de farinha de arroz;
  • 1 e 1/2 xícara de polvilho doce;
  • 1/2 xícara de sementes de chia;
  • 3 colheres de chá de CMC;
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo;
  • 1 e 1/2 colher de chá de sal;
  • 2 ovos;
  • 3 colheres das de sopa de azeite;
  • 1 e 1/2 xícara de chá de água morna, tolerável ao toque, como se fosse para mamadeira de bebê;
  • 1 colher de sopa de fermento biológico granulado instantâneo;
  • 1 colher de chá de vinagre branco.
  • 1 col de sopa de semente de gergelim preta para colocar em cima

Modo de fazer: 1º Unte e enfarinhe uma forma para pão média (ou coloque papel manteiga). 2º Na vasilha da batedeira misture todos os ingredientes secos, inclusive o fermento, menos o gergelim. 3º Em outra vasilha misture os ingredientes líquidos. 4º Junte os líquidos aos secos e bata em velocidade baixa para misturar. Aumente para a velocidade máxima e bata por 3 minutos. 5º Transfira a massa para a forma preparada. Adicione o gergelim. Coloque-a dentro de um local quente e abafado para crescer até atingir o topo da forma. Num dia quente esse processo dura 20 minutos. 6º Enquanto isso pré-aqueça o forno a 180º C. 7º Leve o pão ao forno e asse-o por cerca de 35 minutos. Ele fica dourado, com a casca firme. Desenforme-o sobre uma grade para esfriar.

OBS: Pode ser congelado. Para consumi-lo, congelado ou não, esquente-o no forninho, ou grill ou torradeira, assim fica macio de novo.

O pão antes de crescer

A massa fica bem consistente


Aqui já cresceu um pouco


Depois de assado!



hum.... mto bom!

terça-feira, 17 de abril de 2012

Opção de lanche antes da academia

Olá Pessoal
Olha que delícia de lanche que podemos fazer antes de malhar:

Banana com aveia e xarope de agave

Hum....

XAROPE DE AGAVE

De origem mexicana este extrato é um excelente substituto do açúcar.

O Agave é uma planta suculenta, originaria do México. Da variedade Azul é produzido o extrato ou xarope de Agave. A produção ocorre através de quebra, filtragens, homogeneização e evaporação da planta.

É um substituto do açúcar, 100% natural. O extrato de Agave tem coloração amarela clara, odor agradável e textura mais suave que o mel.

É um alimento orgânico, de poder adoçante maior que o açúcar, e de baixo índice glicêmico (se transforma em glicose de maneira mais lenta) o que permite sua utilização por diabéticos controlados.

É sem glúten, sem lactose e de origem vegetal.

Tem 3,34 calorias por grama, é 3 vezes mais doce que o açúcar comum. Boa fonte de minerais, como ferro, cálcio, potássio e magnésio.



Almoço de Domingo

Olá Pessoal,
No domingo fomos almoçar no Essence Restaurant.
Esse Restaurante tem uma fama de muito gostoso mas também um pouco mais carinho!
Faz umas 3 semanas que ele saiu no Peixe Urbano e meu noivo e minha sogra compraram para podermos experimentar.
Tinhamos 2 opções de prato:
  1. Risoto de Palmito Pupunha e Filé Mignon e
  2. Espaguete ao molho vermelho
Nós 3 pedimos o Risoto! Ele estava muito gostoso! Valeu a pena!
Ah e o mais legal! No cardapio tinha o preço do Risoto, R$ 48 e acho que pagamos na promoção R$28.
Gostamos muito!

sábado, 14 de abril de 2012

Bacalhau Gourmet de Paciente

Olá Queridos,
Ontem atendi um paciente que é SUPER GOURMET! Ele adora cozinhar e tudo que ele coloca a mão fica gostoso!
Conversando sobre a Páscoa ele me disse como havia feito seu bacalhau! Olha que delícia!

Bacalhau Gourmet
Ingredientes:
  • Bacalhau dessalgado (comprar o dessalgado),
  • 4 batatas descascadas e cortadas,
  • 4 tomates,
  • 1 brócolis baby cortado em buquês,
  • azeite
  • Sal a gosto,
  • 5 ovos cozidos,
  • alho triturado,
  • cebola picadinha
  • salsinha e cebolinha,
  • pimenta branca,
  • pimentão vermelho em tiras e
  • azeitonas pretas
Modo de Preparo: 
  1. Colocar as batatas, o tomates inteiros e o brócolis para aferventar em água com sal durante 25 a 30min (até a pele do tomate começar a sair);
  2. Colocar o bacalhau de molho em água salgada por 30min
  3. Temperar o azeite com alho, cebola, salsinha, cebolinha, pimenta branca e sal (pouco)
  4. Secar bem o bacalhau em papel toalha
  5. Montar na assadeira: bacalhau (bem seco), batata, brócolis, ovo, colocar o tomate por cima e apertar com uma colher para ele espalhar e retirar a pele. Colocar o pimentão a azeitona e o azeite temperado;
  6. Colocar no forno e deixar de 30 a 50min.
  7. Olha que divino!




sexta-feira, 13 de abril de 2012

Suflê de repolho sem queijo

Olá Queridos,
Vi essa receita no livro: AUTISMO ESPERANÇA PELA NUTRIÇÃO da Claudia Marcelino!
Achei super fácil e resolvi fazer.

Suflê de Repolho Sem Queijo
Ingredientes:
  • 1 prato bem cheio de repolho picado bem fininho
  • 1/2 prato de temperos picados: cebola, tomate, pimentão (não coloquei) e cheiro verde
  • 2 ovos batidos em neve (primeiro bata as claras e depois acrescente as gemas)
  • 1/2 xic de amido de milho (usei a fécula de batata)
  • 1/4 de xic de chá de azeite
  • 1 col de chá de fermento
  • Sal a gosto
Modo de Preparo: Misture todos os ingredientes, coloque em uma forma untada com azeite. Leve ao forno até dourar e crescer um pouco.

Clara em Neve

Indo pro forno

Assada!



quinta-feira, 12 de abril de 2012

Sobremesa: Banana Assada

Olá Queridos,
Hoje cheguei em casa e vi várias bananas estragando na fruteira (na verdade minha mãe já tinha até colocado na geladeira, de tão maduras).
Resolvi fazer banana assada! Quando peguei os ingredientes, vi que não tínhamos canela... já estava desistindo quando lembrei de um cacau em pó! Então ao invés de canela, usei cacau em pó.

Banana Assada com Cacau em pó

Ingredientes:
  • 04 bananas maduras
  • Óleo de macadâmia para untar a forma
  • Cacau em pó
Modo de Preparo: Corte as bananas de comprido. Coloque em uma forma untada com o óleo de macadâmia. Salpique o cacau por cima e leve ao forno. Asse por 15 min. e sirva.

As bananas antes de ir para o forno

Depois do forno

Minha avó Ruth comeu a banana com sorvete de chocolate. Adorou

Minha avó Cema (Iracema) comeu a banana com abacaxi (super gostoso e leve)!

Pessoal, esse é o óleo de Macadâmia que eu usei! Além do sabor delicioso, ele é rico em gorduras monoinsaturadas que são ótimas para o corpo!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Obesidade na gravidez aumenta risco de autismo no bebê

Olá Queridos,
Olha que interessante essa matéria que eu vi na Folha.com 

Um novo estudo publicado na revista "Pediatrics" mostra que mulheres obesas durante a gravidez tiveram uma chance 67% maior de terem crianças com autismo do que aquelas com peso normal. Elas também tiveram o dobro do risco darem à luz filhos com outros transtornos de desenvolvimento.
Dados recentes do governo dos EUA mostram que nasce uma em 88 crianças nasce com autismo. A pesquisa sugere que a obesidade durante a gravidez aumenta esse chance para uma em 53.
Paula Krakowiak, coautora do estudo e cientista da Universidade da Califórnia, afirma que o resultado é preocupante, já que mais de um terço das mulheres americanas na idade adequada para dar a luz são obesas, e que isso adiciona outro incentivo para a manutenção de um peso adequado.
Pesquisas já ligaram anteriormente a obesidade durante a gravidez a problemas, como malformações congênitas e nascimentos prematuros.
Daniel Coury, chefe da pediatria do Nationwide Children's Hospital, em Columbus, Ohio, disse que os resultados "elevam bastante a preocupação [do risco de nascimento de crianças com autismo]." Ele notou que os níveis do transtorno nos Estados Unidos têm aumentado juntamente com os índices de obesidade. Apesar de o médico não ter participado dos estudos, ele sugere que isso seja mais do que uma simples coincidência.
Mais pesquisas são necessárias para confirmar os resultados, mas Coury afirma que se a obesidade materna está realmente relacionada ao autismo, ela seria apenas um dos muitos fatores que contribuiriam para esse aumento.
A genética tem sido ligada ao transtorno, e cientistas examinam se doenças das mães e o uso de certos medicamentos durante a gravidez podem também ser parte do problema.
O novo estudo envolveu cerca de mil crianças na Califórnia com idades entre dois e cinco anos. Aproximadamente 700 tinham autismo ou outros atrasos no desenvolvimento.
As mães foram questionadas sobre a saúde das crianças, e mais da metade teve a confirmação de exames médicos. Ainda não está claro como a obesidade materina pode afetar o desenvolvimento do feto, mas os autores sugerem algumas teorias.
Um excesso de peso de 16 quilos pode aumentar inflamações e, em alguns casos, elevar níveis de açúcar no sangue. O excesso de açúcar no sangue e as substâncias relacionadas às inflamações podem atingir o feto e danificar o cérebro em desenvolvimento, diz Krakowiak.
O estudo carece de informações de testes sanguíneos. Não há também nenhuma informação sobre dietas e outros hábitos durante a gravidez que podem ter influência no desenvolvimento do bebê.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Receita de Bacalhau

Olá Queridos,
Já que estamos em clima de Páscoa resolvi colocar uma receita de bacalhau feito por um paciente meu!
Ele fez na panela e me pareceu bem gostoso.

Receita:
Deixar o bacalhau marinando em azeite, cebola, azeitonas, ervas a gosto.
Colocar camadas em uma panela: primeiro a cebola depois o tomate depois a batata (dependendo da espessura temos que pré cozinhar), as vagens e depois o bacalhau marinado. Colocar bem pouca água e deixar ele cozinhar no vapor
DELÍCIA!
PS: Obrigada Zé Renato! Muito bom!

Os ingredientes

Marinando

Olha que lindo!

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Salada de Quinoa e Pernil com pão integral

Boa Tarde Queridos,
Ontem minha amiga Ana Vera fez uma salada de quinoa e pernil temperado e me deu para experimentar!
Aproveitei e fiz um jantar bem leve para degustar essas delícias!
Minha mãe AMOU a salada e meu irmão adorou o pernil!
Obrigada Ana!!!
Precisamos vender essas delícias!

Salada de Quinoa da Ana com tomate, rúcula e palmito (incrementado pela minha mãe)

Pernil da Ana com pãozinho integral

Delicia



terça-feira, 3 de abril de 2012

Por que reduzir o sal no prato do seu filho


Olá Queridos,
Vi essa matéria na revista Crescer e achei bem jóia!
Dêem uma olhada:

Pães, cereais, biscoitos, sucos e bolos industrializados. Essa lista faz parte da alimentação do seu bebê? Então, atenção. Ele pode estar consumindo mais sódio do que o necessário e, segundo uma pesquisa norte-americana, aumentando o desejo por comidas salgadas. E quanto mais sal na alimentação, você já sabe, maior são os riscos de hipertensão, problemas cardíacos e até derrame na fase adulta.

Para descobrir quando as crianças passam a gostar do sabor salgado, pesquisadores do Centro de Ciências Químicas Monell, na Filadélfia, nos Estados Unidos, fizeram um estudo pioneiro com 61 bebês de 2 meses e depois repetiram quando as crianças completaram 6 meses. Nos dois momentos, eles ofereceram três mamadeiras aos bebês. Uma com água, outra com uma solução com 1% de sal e a última com uma solução com 2% de sal.

Para analisar a preferência pelo sal de cada criança, pesquisadores compararam quais das mamadeiras eles tomaram por mais tempo. Os bebês foram categorizados por suas preferências. Se eles tomaram mais da mamadeira com mais sal, se rejeitaram a com sal e tomaram mais água e, por fim, se tomaram a mesma quantidade de cada mamadeira.

Aos 2 meses, os pesquisadores perceberam que os bebês foram indiferentes à solução com 1% de sal e rejeitaram a solução mais salgada. Mas, aos 6 meses, quando repetiram o experimento, os cientistas notaram que as crianças tinham desenvolvido um gosto maior por sal e preferiram a solução com 2% de sódio. Isso aconteceu principalmente com aquelas, cujos pais já haviam incluído pães, bolachas e bolos na alimentação. Os bebês que continuavam comendo frutas e verduras, sem acréscimo de sal, preferiram a mamadeira com água.

Segundo a cientista Leslie Stein, autora do estudo, quanto mais os pais puderem evitar a introdução de produtos industrializados e o acréscimo de sal na alimentação da criança, menor será a preferência dela por sal e, por consequência, menores serão as chances de desenvolver problemas por conta do excesso de sal no futuro.

É importante reforçar que os bebês não sentem falta de sal na comida. O leite materno e as fórmulas têm sabores adocicados. As primeiras papinhas são feitas com frutas. Ou seja, o bebê pode até estranhar o sabor salgado (lembra da careta que ele fez a primeira vez que comeu uma papa salgada?). Por isso, você não precisa acrescentar sal na comida do seu filho. “Se possível, prefira legumes mais doces, como mandioquinha e beterraba para preparar a primeira papinha. E não esqueça que ela deve estar insossa para o seu paladar, mas vai estar ótima para o seu bebê, pois os alimentos já têm a quantidade necessária de sódio que seu filho precisa”, diz o pediatra Ricardo Luiz Fonseca, do Hospital Santa Catarina (SP).

E quando não tiver mais jeito de fugir dos alimentos industrializados, use a regra dos 6%, como ensina Fonseca. “Na hora de comprar os produtos, dê uma olhada no rótulo e veja se a quantidade de sódio que ele tem é menor ou igual a 6% da alimentação diária. Dessa forma, você garante que seu filho não exagere no sal e não precisa ficar fazendo conta em frente a cada prateleira”, completa.

Comida de avião

Olá Queridos,
Faz um tempo (2 semanas) fui para o Rio com amigas.
Fiquei muito feliz com o serviço do avião.
Viajei pela TAM!
Olha que delicia de lanchinho! Voamos de manhã cedinho!
As companheiras de viagem! Alessandra e Carol (do blog Carola Duarte)

Olha a caixinha que fofa!

E dentro: 1 iogurte + salada de frutas + pão com presunto e queijo!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Bolo / Muffin de uva passa sem glúten e sem leite

Bom Dia!
Pessoal,
Essa semana fiz um bolinho de quinoa sem leite e sem glúten muito gostoso!
O mais legal foi que as meninas da clínica experimentaram e gostaram bastante!
Segue a receita:

Bolinho de quinoa
Ingredientes:
4 xícaras (chá) de tomate para molho picado
1 e 1/4 xícara (chá) de açúcar demerara
1 xícara (chá) de água
Cravo a gosto
1 xícara (chá) de uvas passas
2 colheres (sopa) de margarina
4 ovos
2 colheres (sopa) de farinha de arroz
2 xícaras (chá) de amaranto em flocos
1 colher (sopa) de fermento em pó
Modo de preparo:

Faça um doce com o tomate, o açúcar, a água e os cravos (a minha não ficou muito seca!). Retire os cravos, acrescente a uva passa e reserve. Derreta a margarina e bata com os ovos e a farinha de arroz, no liquidificador. Em um recipiente, coloque o doce de tomate, a mistura do liquidificador e acrescente os flocos de quinoa. Misture bem e por último acrescente o fermento. Unte forminhas para empada e despeje a massa (como deu muita massa eu acabei untando uma forma de bolo também). Leve para assar em forno médio pré-aquecido por aproximadamente 20 minutos.
Dica: as uvas passas podem ser trocadas por pedacinhos de chocolate amargo!

Olha que lindo!